Eu estive lá!

Antony and The Johnsons ao Vivo Coliseu do Porto

Antony and The Johnsons ao Vivo Coliseu do Porto

Nos agitados e desgastantes dias de hoje, são poucos os concertos a que tenho oportunidade de assistir e, sabe Deus, e sei eu, que até ouvir um CD do início ao fim já se começa a revelar uma raridade. No entanto, há alguns momentos de luxo em que nos sentimos priveligiados por poder assistir a algum fenómeno celestial, como a queda de uma estrela, ou a erupção de um vulcão, ou qualquer outro fenómeno natural.  E Antony é mais ou menos isso, um fenómeno natural e celestial ao mesmo tempo. A sua voz não é deste planeta, a sua música do céu e as suas letras frequentemente de um pequeno inferno muito, muito pessoal.  O concerto a que tive oportunidade de assistir, num Coliseu do Porto repleto, mostrou-nos um Antony que eu ainda não havia visto, um Antony muito bem disposto, por vezes cómico, interventivo e encantador. A sala rendeu-se, e aquele que poderia ter sido um concerto deprimente e negro, acabou por ser um momento quase religioso, de comunhão e entrega, entre Antony e o seu fiel público. Todos os que lá estiveram, saíram com um sorriso nos lábios, algo quase inimaginável para um concerto que promove um álbum tão escuro como The Crying Light. Antony iluminou-nos com a sua voz e presença. Aqui vos deixo uma pequena amostra, não filmada por mim, mas retirada de duas das muitas máquinas que por lá se viram a funcionar nessa noite tão especial. A quem filmou estes excertos, o meu muito obrigado!

2 responses to “Eu estive lá!

  1. boas!
    é com prazer que comunico que estive a dar uma breve leitura no blog e gostei bastante! é de boa música que se fala por aqui!
    poderás também espreitar o nosso blog… o tema não é muito diferente! eheh.
    grande abraço e parabéns pelo blog!

  2. mistersilva74

    Pois obrigado pelas simpáticas palavras.
    É sempre bom ver que há mais resistentes por aí a partilhar os mesmos gostos que nós, ainda que nem sempre seja fácil encontrar muita gente que goste do género mais alternativo. Infelizmente, as rádios do nosso país têm feito um bom trabalho em reduzir a música ao formato requentado, mas a web tem permitido, a quem quiser ter algum trabalho, descobrir coisas muito boas.

    Já passei pelo vosso site e deu para ver que partilhamos muitos dos gostos. Passarei por lá de novo em breve e seguramente retribuirei o agradável comentário.

    Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s