Na Islândia sobrevivem os totós (não é para ser levado a sério, ok?)

Todos sabemos que a Islândia está mergulhada numa profundíssima crise, que nem José Sócrates conseguiria disfarçar. Sabemos também que as pescas, caça à baleia e Bjork já viveram melhores dias. Mas, a esperança não morre, seguramente, e há para aí uma mão cheia de novos talentos a despontar e a mostrar ao resto do mundo que não é por estar frio que se deixa de fazer as coisas! Agora, eu pergunto, será que todos os jovens islandeses têm um ar assim a fugir para o totó? É que a ver pelos exemplos que se seguem, o tempo perdido em frente ao espelho deve ser pouco! E, já agora, será que é alguma coisa na água gélida que lhes faz encolher as T-shirts?

Apparat

Apparat

Sigur Ros a imitar os Gato Fedorento

Sigur Ros a imitar os Gato Fedorento

Olafur Arnald, his band and a banana

Olafur Arnalds, his band and a banana

E agora, o mais despenteado, mas talvez dos mais talentosos novos artistas a criar um novo mundo sonoro “made in Iceland”, Olafur Arnalds. Afinal, o frio faz bem!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s